Hinos

      HINO OFICIAL DE CAMANDUCAIA

(Música e letra de Benedito Silva Santos)

Minha terra tem pinhais

Tem florestas, tem cerrados

Tem cascatas, tem rosais

Tem também enamorados!

Camanducaia encantada,

Que vive além, muito além…

Daquela serra azulada

Até parece Belém!

Terra de paz e poesia,

Por sobre as verdes montanhas

Aos pés da Virgem Maria

Esquece as duras campanhas

Minha terra…

De lutas, dores e glórias.

De um distante passado,

Que se retrata na história

Num capítulo dourado!…

As tuas lindas crianças,

Botões de flores se abrindo,

São o futuro sorrindo,

Num presente de esperança.

Minha terra…

HINO EM HOMENAGEM A CAMANDUCAIA

(Letra e música de Jaime Pina da Silveira)

Se ouço alguém tocando violão,

E a turma animada a cantar,

Me dá um nó na garganta e o coração

Muda o compasso e me desfaço a chorar.

É que lembro dos meus tempos de criança

De minha velha ainda bem moça a balançar

De vime verde uma cadeira de balanço

Cantando triste uma cantiga de ninar.

Oh! Doce Camanducaia

Meu querido rincão

De amor por ti desmaia

Meu pobre coração

Certas vezes me recordo um negro pinho

E suas cordas num velhinho a dedilhar

Cantando lindos versos de Catulo

E eu sentado na calçada a cantar

Oh! Doce Camanducaia

Meu querido rincão

De amor por ti desmaia

Meu pobre coração

Outras vezes me recordo aquela lua

Que eu deitado no chão frio admirava

Enquanto em serenata pela rua

Meu bando amigo a madrugada saboreava

Oh! Doce Camanducaia

Meu querido rincão

De amor por ti desmaia

Meu pobre coração